Meu “dízimo” ao open source

“Meu nome é Ricardo, tenho 38 anos e estou há 4 anos sem usar software pirata.”

Brincadeira a parte, sou grato ao @theologianIT por me mostrar um mundo livre de telas azuis e atualizações em horas indesejadas. No começo, como um bom usuário Windows, relutei em aceitar o novo e até achei que o objetivo do WineHQ  ou do dual-boot era me ajudar a permanecer no “mundo da lentidão“, mas o uso constante e diário do Slackware (distribuição Linux comunitária mais antiga) me fez entender que nem todo sistema operacional foi feito para travar ou atrasar meu trabalho.

Continuar lendo Meu “dízimo” ao open source